Vendas de etanol caem 15% em abril e 19,3% no acumulado de 2017

June 12, 2017

Dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP) mostram que, descolado dos sinais de recuperação econômica, indicados pela alta de 1% no Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre, o mercado de combustíveis tem intensificado sua trajetória de queda. Em abril, as vendas recuaram 5,6%, ante igual mês de 2016, e, no ano, já acumulam uma retração de 2,6%

 

A queda é reflexo, sobretudo, do diesel – principal produto do mercado brasileiro e tradicionalmente associado às atividades das indústrias e transporte de cargas por caminhões. Ao todo, o consumo do derivado caiu 9,3% em abril e acumula baixa de 3,2% no ano.

 

‘O consumo de diesel é historicamente vinculado ao desempenho do PIB, mas este ano descolou’, comenta o presidente da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), Paulo Miranda.

 

A queda do consumo de combustíveis tem sido, em parte, compensada pela alta da gasolina. A comercialização do derivado subiu 2,18% em abril e, no ano, acumula um aumento de 5,5%, desclocando o etanol hidratado – que por sua vez caiu 15% em abril e acumula retração de 19,3% em 2017.

 

Enquanto o diesel, consumido nos caminhões, está em baixa, as vendas para veículos do Ciclo Otto (que operam com gasolina e/ou etanol) acumulam uma alta de 0,85% no primeiro quadrimestre.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação

Tags:

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.