Filhos de João Lyra passam a gerir massa falida após interdição judicial do ex-usineiro

 

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) decretou a interdição parcial do ex-usineiro João Lyra na Massa Falida da Laginha. A decisão ocorreu em sessão realizada na manhã desta quinta-feira, 8.

 

 

Em seu lugar ficará a empresária Lourdinha Lyra, filha do também ex-deputado federal que um dia foi considerado o parlamentar mais rico do País. Para os desembargadores Pedro Augusto Mendonça, Kléver Loureiro e Elisabeth Carvalho, Lourdinha está apta a ser a curadora e fiscalizar a massa falimentar.

 

 

Ao jornal Extra, Lourdinha Lyra comentou a decisão da Justiça alagoana. “Vou cuidar de meu pai e darei tudo o que ele precisa. O motivo da interdição nada tem a ver com a saúde dele. Ele está bem, inclusive já sabe da decisão, que foi um comum acordo”, disse.

 

Entretanto, a luta para assumir o cargo tramitou por anos na Justiça.

 

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.