Justiça determina recolhimento de contribuição sindical dos trabalhadores da Raízen. Liminar foi concedida ao mandado de segurança impetrado pela Federação dos Trabalhadores da Alimentação

April 5, 2018

 

O desembargador João Batista Martins Cesar, da 15ª Região do Tribunal Regional do Trabalho - Campinas, concedeu liminar ao mandado de segurança da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do Estado de São Paulo (Fetiasp) para descontar a contribuição sindical dos cerca de 500 trabalhadores da fábrica Raízen Energia, instalada em Ibaté, no interior de São Paulo.

O presidente da Federação, Antonio Vítor, explicou que esta é a primeira ação na Justiça impetrada pela Fetiasp. “Esta será nossa estratégia sempre que o recolhimento da contribuição sindical for aprovado em assembleia pelos trabalhadores e a empresa se negar a recolher”, disse.

O grupo Raízen tem outras 23 unidades no Estado de São Paulo e emprega cerca de 12 mil pessoas.

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.