Café: Cotações do arábica operam com baixa próxima de 100 pts nesta manhã de 2ª feira na Bolsa de Nova York

 

As cotações futuras do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com leve baixa nesta manhã de segunda-feira (07) e estendem as perdas registradas na última sessão. O mercado externo do grão recua ainda acompanhando informações sobre a safra 2018/19 do Brasil, maior produtor e exportador, e fatores técnicos também influenciam nos negócios.

 

Por volta das 09h16 (horário de Brasília), o contrato julho/18 estava cotado a 121,40 cents/lb com queda de 120 pontos e o setembro/18 anotava 123,65 cents/lb com recuo de 100 pontos. Já o vencimento dezembro/18 trabalhava com desvalorização 95 pontos, a 127,45 cents/lb, e o março/19, mais distante, tinha 90 pontos negativos, a 130,95 cents/lb.

 

Conforme destacou a Reuters internacional na última sessão, as temperaturas secas nas principais áreas produtoras de café do Brasil, que favorecem a colheita da nova safra, foram as principais responsáveis pelas quedas recentes. O Brasil é o maior produtor e exportador da commodity no mundo e os trabalhos no campo começam nas próximas semanas.

 

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 445,00 a saca de 60 kg em Espírito Santo do Pinhal (SP), em Guaxupé (MG) os preços estavam cotados a R$ 467,00 a saca e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 447,00 a saca.

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.