No campo, fim da paralisação dos caminhoneiros e contabilidade dos prejuízos

O movimento de paralisação dos caminhoneiros entra em seu 10º dia, mas já sem tanta força quanto no início. Ainda assim, os prejuízos continuam a ser contabilizados em quase todos os setores e no agronegócios as perdas são bilionárias. Segundo uma estimativa prévia da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), as perdas são de R$ 6,6 bilhões para os produtores rurais após nove dias de bloqueios. 

 


“Este prejuízo é apenas na produção primária, sem considerar ainda o processamento, as indústrias e a parte de insumos, que estão tendo prejuízos severos. E ainda fora o que está por vir, porque a recuperação não é imediata”, afirmou o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, que alertou para o “caos extremo” na produção de alimentos se os bloqueios continuarem.

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.