Açúcar bruto toca mínima em 2 meses e meio na ICE seguindo queda do petróleo

December 19, 2018

Os contratos futuros do açúcar bruto na ICE recuaram para mínimas desde o começo de outubro nesta terça-feira, acompanhando o movimento negativo do petróleo, enquanto os preços do café arábica tocaram uma mínima em três meses, com o mercado tendo dificuldades para absorver o excesso de oferta.

 

 

O contrato março do açúcar bruto perdeu 0,19 centavo de dólar, ou 1,5 por cento, a 12,30 centavos de dólar por libra-peso, após tocar uma mínima de 12,26 centavos de dólar.

 

O açúcar continua sendo muito influenciado pelos mercados de energia, disseram operadores.

 

Os preços do petróleo tiveram perdas nesta terça-feira, após relatos de um crescimento dos estoques e previsões de que a produção recorde nos Estados Unidos e na Rússia irão atingir um mercado que encara um a menor demanda, se o crescimento econômico global desacelerar como muitos esperam.

 

Os menores preços da energia diminuem a competitividade do etanol no Brasil, um dos maiores produtores mundiais de açúcar, incitando receios de que as usinas voltem a direcionar mais cana para a produção de adoçante em vez de biocombustível.

 

O açúcar branco para março fechou em queda de 3,7 dólares, ou 1,1 por cento, a 336 dólares por tonelada. 

 

Ayenat Mersie e Nigel Hunt

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.