Plano de recuperação da Clealco é homologado pela justiça

May 31, 2019

A Clealco comunicou ontem (30), que o juiz responsável pela Recuperação Judicial da companhia homologou o plano de recuperação judicial apresentado. O documento já havia sido aprovado em assembleia de credores, realizada no dia 2 de maio.

 

A decisão acontece dez meses após a Clealco ter entrado com o pedido de recuperação judicial.

 

A partir de agora, segundo nota enviada pela companhia, começa uma nova etapa: o cumprimento das cláusulas previstas no plano. Isso inclui, entre outras ações, o processo de venda da unidade localizada em Queiroz (SP) – que, segundo a Clealco, será a principal opção de pagamento aos credores.

 

A usina tem capacidade de moagem de 4,5 milhões de toneladas e está em operação no ciclo 2019/20. Para a venda, será criada uma Unidade Produtiva Isolada (UPI) sem passivos e, a princípio, não foi estabelecido um valor mínimo para o leilão da usina.

 

Na safra 2019/2020, a Clealco afirma que tem apresentado resultados positivos em eficiência industrial e produtividade agrícola, tendo moído até o mês de maio mais de 1,5 milhão de toneladas de cana-de-açúcar. A previsão é finalizar o atual ciclo produtivo com a moagem de 4,2 milhões de toneladas.

 

“A Clealco reitera a confiança em sua capacidade operacional e na competência de toda a sua equipe, que tem demonstrado grande empenho na busca dos melhores resultados, para que possa cumprir integralmente as obrigações previstas no plano”, finaliza a nota.

 

Com informações adicionais novaCana

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.