Comissão do Senado aprova plano para avaliação de políticas públicas para biocombustíveis

August 15, 2019

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado aprovou nesta quarta-feira (14) um plano de trabalho para a avaliação das políticas públicas de ciência, tecnologia e inovação para energias renováveis e biocombustíveis. Essa foi a política pública escolhida pela comissão para ser analisada neste ano.

 

O plano de trabalho foi apresentado na reunião desta quarta pelo presidente da CCT, Vanderlan Cardoso (PP-GO), e pela relatora, senadora Kátia Abreu (PDT-TO). O cronograma inclui audiências públicas para coleta de dados e a elaboração e votação de um relatório final, prevista para dezembro.

 

De acordo com o jornal O Girassol, de Palmas (TO), o plano prevê a realização de duas audiências públicas até o fim do ano, com dados e informações atualizadas sobre o programa RenovaBio, política com foco estratégico na produção de biocombustíveis.

 

Segundo Kátia Abreu, além de incentivar a geração de energia eólica e solar, o país precisa estabelecer as bases de um modelo de incentivos para pequenas centrais hidrelétricas e apoiar produtores agrícolas dedicados ao cultivo de insumos para a comercialização de biocombustíveis como etanol e biodiesel.

 

“O resultado da avaliação é fundamental para orientar as ações do poder público”, destacou Abreu.

 

Segundo Cardoso, o aumento da oferta de energia trará impactos positivos para a produtividade do país. Por isso, sustenta o senador, discutir o assunto é importante para fazer o país voltar a gerar emprego e renda.

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.