Café melhora performance e ajuda a equilibrar o saldo da Balança Comercial Paulista

Um aumento de quase 25% em relação aos sete primeiros meses de 2018 garantiu ao produto maior destaque na pauta de exportação do Estado.

 

De janeiro a julho de 2019, as exportações do Estado de São Paulo somaram US$ 28,06 bilhões (21,6% do total nacional) e as importações US$ 34,72 bilhões (34,2% do total nacional), registrando um déficit de US$ 6,66 bilhões, informa a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta). No mesmo período, o agronegócio apresentou exportações de US$ 8,46 bilhões e importações de US$ 2,80 bilhões, gerando um superávit de US$ 5,66 bilhões. 

 

Os cinco principais grupos nas exportações do agronegócio paulista foram: complexo sucroalcooleiro (US$ 2,15 bilhões, sendo que desse total o açúcar representou 80,7% e o álcool 19,3%), complexo soja (US$ 1,18 bilhão), carnes (US$ 1,09 bilhão, em que a carne bovina respondeu por 88,9%), produtos florestais (US$ 1,05 bilhão, com participações de 56,5% de papel e 34,3% de celulose), e sucos (US$ 918,04 milhões, dos quais 96,5% referentes a sucos de laranja). Esses cinco agregados representaram 75,5% das vendas externas setoriais paulistas. 

Na comparação com o mesmo período de 2018, houve importantes variações nos valores exportados dos principais grupos de produtos, com destaque para o complexo sucroalcooleiro (-26,9%), complexo soja (-22,3%), carnes (-4,4%), produtos florestais (-0,7%) e sucos (-26,1%). No entanto, o café, tradicional produto do agronegócio paulista, com exportações de US$ 358,47 milhões, apresentou alta de 24,9% em relação a 2018. Essas variações são resultado das oscilações tanto de pre ços como de volumes, explicam José Alberto Angelo, Marli Mascarenhas de Oliveira e Carlos Nabil Ghobril, pesquisadores do IEA. 

Balança Comercial do Brasil 

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 28,48 bilhões, resultado das exportações de US$ 130,00 bilhões e importações de US$ 101,52 bilhões. As exporta ções do agronegócio alcançaram US$ 56,61 bilhões e as importações, US$ 8,13 bilhões, gerando um superávit de US$ 48,48 bilhões. 


A participação paulista no total da balança comercial brasileira não apresentou variações, mantendo as mesmas representatividades de 21,6% nas exportações e de 34,2% para as importações. 

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.