Chega a dez o número de firmas inspetoras credenciadas para o RenovaBio

November 14, 2019

PricewaterhouseCoopers recebeu autorização da ANP para certificar as usinas interessadas no programa
 

A PricewaterhouseCoopers, também chamada PwC, é a mais nova firma inspetora da Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio), conforme divulgado hoje (13) no Diário Oficial da União.

 

Agora, a companhia, que presta serviços de auditoria e consultoria para diversos setores, está autorizada a certificar as usinas de biocombustíveis interessadas no mercado de Créditos de Descarbonização (CBios).

 

Em participação na conferência BiodieselBR, que aconteceu em São Paulo no início da semana, a especialista em regulação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Maria Auxiliadora Nobre, já havia divulgado que são dez as firmas inspetoras autorizadas pela ANP. A divulgação geral do número atualizado, com a entrada da PWC, porém, saiu apenas hoje.

 

Para participar do RenovaBio, as usinas precisam contactar as firmas autorizadas e passar por um processo de verificação de dados e por uma consulta pública antes de receberem a permissão de emitir CBios.

 

Atualmente, 14 produtoras de biocombustível – incluindo etanol, biodiesel e biogás – estão passando pelo processo de consulta pública, 16 já o encerraram e uma teve a certificação aprovada pela ANP.

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.