Usina São Manoel aposta em drones e abelhas no meio do canavial

November 19, 2019

Ao incentivar a apicultura em sua lavoura de cana-de-açúcar, a Usina São Manoel promove uma atividade que gera impacto positivo no campo e na comunidade

 

A atividade agrícola em grande escala tem sido responsabilizada pela morte de comunidades de abelhas em diferentes regiões do mundo, vítimas do uso indiscriminado de agrotóxicos. É um tiro no pé para os agricultores, uma vez que as abelhas são os mais eficientes polinizadores naturais e seu trabalho afeta a produção de alimentos em todo o planeta. Esse é um problema que passa longe da Usina São Manoel.

 

No entorno da usina, localizada na cidade de São Manuel, no interior paulista, as abelhas dividem os céus com os drones que monitoram os canaviais. Os equipamentos voadores de alta tecnologia percorrem as plantações para coletar dados que ajudam na gestão da lavoura, incluindo o uso correto de defensivos agrícolas.

 

Desde 2016, os apicultores locais não registram morte de abelhas causada por agrotóxicos. “Isso demonstra que nossa produção é feita seguindo os rígidos padrões exigidos pela legislação na aplicação de defensivos”, diz Adir Natal Maximiano, supervisor de qualidade e responsabilidade social da Usina São Manoel.

 

As abelhas fazem parte do projeto Ciclo do Mel, iniciado há cinco anos, quando a Usina São Manoel decidiu ceder uma área já ocupada por apicultores. Na época, eram 18 famílias que atuavam informalmente no local. Hoje são 50 famílias, que ocupam 240 hectares e aumentaram sua produtividade em até 60% desde que ingressaram no projeto.

 

A usina ajuda na qualificação do grupo, oferecendo educação ambiental e apoio jurídico para a formalização da atividade. Os apicultores, por sua vez, ajudam a monitorar a área no caso de focos de incêndios nos canaviais ou nas florestas do entorno. Em 2020, a usina oferecerá mais 271 hectares para a expansão do projeto. A meta é aumentar em 40% a produção atual de mel, de 45,5 toneladas por ano. Parte do mel é destinada a um abrigo de crianças e adolescentes da região

Com 2 100 funcionários, a Usina São Manoel, fundada em 1949, é a maior empresa da cidade de 40 mil habitantes. Na última safra, moeu 3,6 milhões de toneladas de cana, e isso resultou na produção de 255.000 toneladas de açúcar, 144 milhões de litros de etanol e 3 mil toneladas de levedura.

 

Neste ano, a Usina São Manoel foi a primeira empresa no Brasil selecionada para receber uma nova linha de crédito do banco holandês Rabobank, no valor de 50 milhões de reais, para estimular a produção sustentável de alimentos. A iniciativa é parte do programa Kickstart Food, lançado em 2017 pelo Rabobank e pela ONU Meio Ambiente, agência das Nações Unidas que promove a conservação da natureza.

Please reload

Encontrou algum problema no site? Nos explique melhor aqui.